O Brazil-IEP NÃO é associado ou conveniado a profissionais da saúde de nenhuma área – Informações e Esclarecimentos a respeito deste tópico - Brazil - IEP

O Brazil-IEP NÃO é associado ou conveniado a profissionais da saúde de nenhuma área – Informações e Esclarecimentos a respeito deste tópico

O Brazil-IEP NÃO é associado ou conveniado a profissionais da saúde de nenhuma área – Informações e Esclarecimentos a respeito deste tópico

Durante os anos de 2018 e 2019, programas parceiros do Brazil-IEP no exterior pediam que o Brazil-IEP enviasse uma anamnese clínica dos candidatos que eram selecionados para as vagas de intercâmbio, escrevendo o profissional da saúde um parecer sobre traços de personalidade e comportamento dos candidatos selecionados. Para isto o Brazil-IEP terceirizava o trabalho de psicólogos para que fosse realizada uma entrevista profissional focada na elaboração desta anamnese.

Logo após a elaboração da anamnese, o texto sobre os respectivos candidatos selecionados era submetido pelos psicólogos ao Brazil-IEP e o Brazil-IEP em si os enviava aos programas parceiros no exterior, visando providenciar aos programas o máximo de acurácia a respeito do comportamento dos candidatos selecionados para uma vaga de estágio, logo o contato dos psicólogos acontecia unicamente entre o psicólogo e o Brazil-IEP, e nunca entre o psicólogo e o programa parceiro no exterior. A entrevista de anamnese não possuía caráter de aprovar ou reprovar o candidato para uma vaga, mas sim visava passar uma opinião profissional sobre tais candidatos já selecionados apenas. A anamnese era o único serviço que o Brazil-IEP comprava (terceirizava) dos psicólogos. As taxas envolvidas eram de responsabilidade do Brazil-IEP apenas, então os candidatos que passavam pela entrevista de anamnese não precisavam pagar pela mesma. O candidato selecionado pelo programa, caso necessitasse de apoio psicológico durante sua estadia no exterior, tinha total liberdade de contactar quaisquer psicólogos que quisesse, caso quisesse, sendo eles ou não os que o Brazil-IEP terceirizava o trabalho, para realizarem acompanhamento. Nestas ocasiões os atendimentos aconteciam de forma autônoma por parte do psicólogo, sem ciência ou nenhum envolvimento do Brazil-IEP, sendo também por responsabilidade e custeio exclusivos do contratante, que neste caso já seria o candidato selecionado que estivesse no exterior e contactasse o psicólogo de forma independente.

Apenas candidatos já selecionados para uma vaga passavam pela anamnese. O Brazil-IEP apenas terceirizava o trabalho psicológico de tais profissionais da área, não tendo nunca sido associado ou vinculado juridicamente aos mesmos, assim como continua não sendo. A entrevista acontecia online, uma única vez, ao ser o candidato, como falado anteriormente, selecionado para uma vaga. A entrevista nunca teve intuito de analisar nenhum caráter Agro ou fazer nenhum tipo de consultoria, sendo focada unicamente, também como falado anteriormente, em traços de comportamento dos já selecionados para as vagas de estágio no exterior.

Nos últimos dias de Dezembro de 2019 o processo burocrático de alguns programas parceiros do Brazil-IEP no exterior mudou e a anamnese passou a não ser mais exigida pelos mesmos, logo, de 01 de Janeiro de 2020 em diante o Brazil-IEP parou de submeter as anamneses clínicas aos programas parceiros, assim como também parou de terceirizar o trabalho de anamnese clínica realizado pelos psicólogos. O Brazil-IEP atualmente não realiza mais a terceirização das anamneses.

Este é um texto de informação e clarificação quanto a este tópico. Esta informação se encontra disponível em todas as fontes de informações oficiais do Brazil-IEP, sendo elas apenas aqui no site do programa e também nos informativos em PDF que são enviados pelo próprio Brazil-IEP aos seus candidatos.

Autor: Brazil-IEP (Ulrich Ribeiro)

Veja mais